Ebooks Grátis

domingo, 3 de janeiro de 2021

COMO UMA PME PODE PLANEJAR SEUS PROCESSOS DE VENDAS

Em um mundo cada vez mais digital, ferramentas de CRM (Customes Relationship Management) e ERP (Enterprise Resource Planning) são cada vez mais importantes - e até indispensáveis - para grandes empresas, mas também para as organizações de médios e pequenos portes. No entanto, na busca por soluções para melhorar seus processos, muitas vezes, as PMEs podem confundir as funções dos dois sistemas, que possuem, na verdade, objetivos bem distintos. A má utilização das ferramentas pode acarretar aumento nos custos das companhias, quando o objetivo, na verdade, é otimizar recursos e ajudar na redução de gastos. 

O software de CRM pode ser um grande aliado das pequenas empresas que pretendem criar relacionamentos melhores com seus clientes para crescer. Ele é uma ferramenta que auxilia na gestão das vendas, no relacionamento com os clientes e facilita a gestão comercial.


Entre os benefícios estão a organização da área de vendas, registro de todas as oportunidades de negócios, otimização do tempo dos vendedores, aumento da capacidade de volume de negócios, melhoria da performance comercial, melhoria na gestão de equipes, eliminação de planilhas e blocos de anotações, redução dos custos de gestão, dados estratégicos para ações de vendas e marketing, definição do processo comercial e criação de melhores relacionamentos com os clientes.
 

Ele deve ser utilizado por empresas que estão perdendo oportunidades de negócios ou não estão aproveitando as informações dos clientes para impulsionar as vendas. Ou seja, um bom software pode ser um aliado na hora de gerenciar todos os pontos de contato com o cliente, o seu perfil e prever comportamentos e necessidades. 

A plataforma Plug CRM, voltada principalmente para as PMEs, é uma opção para as empresas organizarem seus dados, o que dificilmente seria feito de forma manual. Somos um software completo o bastante para ser comparado a grandes sistemas. Mas, ao mesmo tempo, somos simples o suficiente para sermos confundidos com uma rede social, diz Luis Lourenço, CEO da Plug CRM, que disponibiliza uma ferramenta barata e que possui uma versão mobile. 

Já o ERP é um sistema de gestão desenvolvido para integrar diversos departamentos de uma empresa, independente de seu tamanho, incluindo as pequenas empresas. Ele pode ser utilizado para integrar diversos departamentos, possibilitando automação, acompanhamento em tempo real e armazenamento de todas as atividades dos negócios. Com isso, a ferramenta pode ser aplicada, por exemplo, em gestão de compras, financeira, recursos humanos, projeto, contratos e de produção.


O ERP pode ser um grande aliado para PMEs, pois auxilia no melhor gerenciamento de processos, o que gera redução de custos, algo muito importante, principalmente, para empresas em expansão. Existem diversos tipos de ERPs, dos mais simples, como o Conta Azul, que é um software online para pequenos negócios, quanto, por exemplo, o W3ERP, da Linkcom, que é mais robusto e, além de fazer a gestão financeira, possibilita a gestão de outros recursos, como estoque, pessoas e centros de custos. 

No caso do software W3ERP, que está no mercado há mais de 15 anos, por exemplo, as empresas possuem total controle sobre os centros de custos de projetos, equipes e departamentos. Ou seja, você consegue gerenciar a área financeira com total domínio sobre suas contas a receber e contas a pagar. 

É comum ver ERPs com módulos CRM. Mas uma pergunta frequente é: por que contratar um CRM separado, se alguns ERPs já possuem essa função? A resposta é simples: depende do foco de cada atividade. As funções de CRM nas plataformas de ERP costumam ser básicas, justamente para evoluir a gestão financeira, principal foco. 

Logo, empresas que desejam explorar mais o potencial dos clientes, o relacionamento e traçar estratégias para converter mais vendas devem preferir os CRMs, como o Plug, que, além de ser mais simples e flexível, possui funcionalidades e ferramentas para os gerentes comerciais acompanharem as métricas de vendas com inteligência. Ele também permite que os vendedores trabalhem com mais negócios ao mesmo tempo. Assim, além de diminuir custos e melhorar desempenho, os executivos vendem mais, o gerente comercial controla tudo e, por fim, os clientes ficam mais satisfeitos para comprar mais vezes. 

Pense nisto e tenha um 2021 muito feliz!

Fonte: Redação - Agência INhttp://www.investimentosenoticias.com.br/

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

FINAL DO ANO E PLANEJAMENTO: ALIADOS PARA O BEM DA EMPRESA

Estamos no final do ano, o que representa o momento de analisar o ano que passou e programar o ano que virá. Mais do que isso, tanto empresas quanto pessoas começam a colocar em prática os planos para as festividades de Natal e Ano Novo. Neste momento podem aparecer muitos desafios e imprevistos.

 

Por isso, preparamos este artigo com dicas para lidar com os imprevistos, ou criar o planejamento desta época se a empresa ainda não tiver. Confira o que você deve analisar neste momento:

 

Aproveite o tempo que resta até o final do ano

 

Embora o ano tenha passado depressa e Dezembro tenha chegado no “susto”, este é momento de manter a calma e planejar os próximos dias a favor do seu negócio.



O trabalho da empresa deve continuar no mesmo ritmo e o planejamento deve ser um aliado de todos, para evitar transtornos. Para isso, faça uma lista de todas as tarefas que ainda precisam ser realizadas e veja quais você pode delegar para sua equipe.

 

Estabeleça metas reais para execução de cada tarefa, mantendo o foco no que é mais relevante em cada setor. Além disso, fique de olho no que está sendo feito e faça ajustes sempre que precisar.

 

Ouça seus clientes

 

Para avaliar o que aconteceu no decorrer do ano, você não deve estudar apenas dos números e estatísticas. É preciso conhecer o nível de satisfação de seus clientes, em relação aos produtos e à empresa.



Você pode realizar este levantamento através de uma pesquisa de satisfação, seja ela física ou virtual. O final do ano é um bom momento para fazer esse tipo de pesquisa, pois a partir dele é possível planejar as próximas tarefas e fidelizar os clientes que realizam as compras de final do ano com a sua empresa.

 

Ou seja, você pode fechar o ano conhecendo a opinião de seus clientes, como sua marca está posicionada diante dos concorrentes, quais são seus erros e acertos. Isso traz mais informações para sua análise de resultados do ano e planejamento do ano seguinte.

 

Faça uma pesquisa de clima organizacional

 

Além da opinião do cliente, também é fundamental conhecer a opinião de seus colaboradores para a empresa.



Realizar uma pesquisa de clima organizacional com seus colaboradores é importante durante todo o ano, mas essencial nesta reta final. A pesquisa é utilizada para medir a satisfação dos funcionários com relação à empresa, ao ambiente de trabalho e ao restante da equipe.

 

Os resultados de uma pesquisa de clima organizacional no final do ano podem ajudar na identificação dos pontos fortes e fracos dos seus processos internos e na gestão do seu negócio. Esta é uma forma eficiente de planejar o próximo ano com fatores que mantenham a equipe motivada, pois funcionários satisfeitos são mais produtivos e você mantém os talentos dentro da empresa.

 

Planeje o próximo ano

 

Depois de fazer todas as etapas anteriores, é chegado o momento de analisar os resultados e planejar o próximo ano com sabedoria.



Você pode estabelecer metas comerciais, projetar seu fluxo de caixa e traçar estratégias para aumentar seus resultados.

 

Analisando todo o balanço do que você já realizou, planeje como você poderá aproveitar as oportunidades e corrigir as falhas que o negócio apresentou durante esse ano e você verá seus resultados melhorarem no ano novo.

 

Concluindo

 

A chegada do final do ano não é motivo para desespero dentro da sua empresa. O final do ano exige planejamento e dedicação, para que você possa curtir as festas com boas energias e a certeza de que sua empresa está no caminho certo.

 

Pense nisto e tenha um Feliz Natal e Ano Novo!

 

Fonte: Sige Cloudhttps://blog.sigecloud.com.br/ 

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

O QUE O CONSUMIDOR ESPERA DO ATENDIMENTO?

Os consumidores do século XXI trazem consigo algumas importantes mudanças de comportamento. Muito mais exigentes com o produto ou serviço que estão consumindo, eles também estão atentos a outras etapas que envolvem o ato da compra, como o atendimento pré e pós-venda. Além disso, devido a correria do dia a dia, esses clientes também buscam uma experiência que exija o mínimo de esforço da parte deles. 

De acordo a com pesquisa global realizada pela Nice, os consumidores atuais esperam encontrar serviços contínuos e consistentes, resolução imediata de seus problemas e atendimento personalizado, conforme suas próprias necessidades. 

Segundo a análise, cerca de 30% dos entrevistados disseram ficar frustrados com uma empresa quando os colaboradores não estão preparados ou não têm competências necessárias para a função. Há também insatisfação em 26% dos entrevistados quando é necessário tempo e esforço para resolução do problema. Já outros 16% afirmam que ficam descontentes quando o funcionário não conhece seu histórico e suas preferências.

Neste ano, devido a recessão econômica, a desconfiança dos consumidores com as empresas aumentou e, é claro, o mal atendimento é um dos principais fatores que contribuem para esse “pé atrás”, que leva a perda de clientes. No primeiro trimestre de 2015, a média de abandonos de compras nos comércios eletrônicos, por exemplo, chegou a 83,73%, de acordo com a consultoria Ve Interactive. 

Para evitar que a sua empresa perca clientes e, consequentemente, diminua os rendimentos, listamos algumas dicas para impulsionar o atendimento do seu negócio, indo de encontro com o que os consumidores esperam. 

Conheça o histórico 

Atualmente, há diversas ferramentas que possibilitam monitorar o histórico do cliente nos diferentes meios de atendimento, como SAC, e-mail, chat ou redes sociais. Esses recursos dão uma visão única e geral de cada cliente, levando a um atendimento personalizado e dinâmico. Além disso, ter os contatos integrados em todos os canais de atendimento da empresa, permite que sejam promovidas ações de marketing personalizadas para cada consumidor. 

Atenção ao cliente


Os clientes esperam ser atendidos com atenção e, não basta ouvir o seu problema, é preciso haver iniciativa para resolvê-lo. O atendente deve ser treinado para recepcionar cada cliente de forma única, fazendo perguntas e ouvindo as respostas com atenção. 

Após compreender qual o problema do consumidor, é necessário analisar as possibilidades de resolução e, em seguida, explicar com calma os procedimentos que deverão ser executados. O atendente tem que se certificar que todas as dúvidas do cliente foram sanadas e se ele tem alguma outra questão. Apenas depois disso, ele deve finalizar totalmente o chamado. 

Clareza e educação no atendimento


 
O cliente precisa sentir que está seguro e que o seu problema será solucionado. Para isso, é importante que o atendente se apresente, pergunte o nome consumidor e seja extremamente educado durante todo o atendimento. Além disso, é necessário ter uma percepção sobre o comportamento do cliente, se ele estiver com pressa, seja ágil, se for um pouco mais lento, mantenha-se tolerante, paciente e calmo. 

A sinceridade também é muito importante para selar uma relação de confiança, por isso, caso o atendente não tenha compreendido a situação do cliente, ele deve ser sincero e pedir que a história seja repetida. Assim, se evita um mal entendido que pode prejudicar a resolução de um chamado. 

Agilidade que satisfaz o cliente


O consumidor não está mais habituado a esperar dias por uma resposta. Ele, na verdade, busca por uma solução imediata, por isso, a agilidade dos atendentes e a autonomia para que eles solucionem os problemas é imprescindível. Portanto, a chave do sucesso para fidelizar e satisfazer os clientes, é treinar bem a equipe de atendimento, focando na praticidade, rapidez e efetividade da comunicação entre a empresa e o consumidor. 

Pense nisto e tenha uma ótima semana! 

Fonte: GVP - https://www.gvp.com.br/