Ebooks Grátis

segunda-feira, 30 de maio de 2016

NÃO DEIXE QUE LHE TIREM ATÉ O SEU CACHORRO QUENTE!

O que mais se lê hoje nos jornais e nos comerciais é que o Brasil está atravessando uma grande crise. Mas o que podemos fazer para melhorar ou sair desta situação? Afinal, isto não deve ser somente do governo, depende também das nossas atitudes.

Pensando em tudo isto me lembrei de um anúncio da Quaker States Metais Co., intitulado “Não deixe que lhe tirem até o seu cachorro quente”, publicado em fevereiro de 1958 e divulgado pela agência ELLCE, de São Paulo, em novembro de 1990. Diz o anúncio:

Um homem vivia na beira da estrada e vendia cachorros-quentes. Não tinha rádio e, por deficiência de vista, não podia ler jornais, mas, em compensação, vendia bons cachorros-quentes.


Colocou um cartaz na beira da estrada, anunciando a mercadoria, e ficou por ali, gritando quando alguém passava:

– Olha o cachorro-quente especial!!!!

E as pessoas compravam. Com isso, aumentou os pedidos de pão, salsichas, e acabou construindo uma mercearia. Então, mandou buscar o filho, que estudava na Universidade, para ajuda-lo a tocar o negócio, e alguma coisa aconteceu. O filho veio e disse:

– Papai, o senhor não tem ouvido rádio? Nem tem lido jornais? Há uma crise muito séria, e a situação internacional é perigosíssima!

Diante disso, o pai pensou:

­– Meu filho estudou na Universidade! Ouve rádio e lê jornais, portanto, deve saber o que está dizendo!

Então reduziu os pedidos de pão e salsichas, tirou o cartaz da beira da estrada, e não ficou por ali, apregoando os seus cachorros quentes. As vendas caíram do dia para noite, e ele disse ao filho, convencido:

– Você tinha razão, meu filho, a crise é muito séria!

E você o que tem feito para sair da sua crise?

Pense nisto e tenha uma ótima semana!

sábado, 21 de maio de 2016

O PRIMEIRO CONTATO O CLIENTE NÃO ESQUECE

Toda venda começa na abordagem ao cliente. Deixar o consumidor à vontade e ficar por perto deve ser a orientação dos lojistas às equipes. Os clientes não querem se sentir pressionados, mas gostam de saber que os vendedores estão disponíveis e capacitados para ajudá-los.

É preciso mostrar o interesse da loja em atender ao consumidor. Mesmo que a mercadoria tenha acabado é possível efetuar a venda com a oferta de produtos similares ou dando a opção de entrega em domicílio quando o estoque for renovado. "Suas técnicas de abordagem são eficazes?".


O despreparo de muitos vendedores é o motivo principal das falhas no atendimento. "Acontece que o proprietário, muitas vezes, não tem treinamento. E, por isso, não sabe cobrar seus funcionários."

Suas técnicas de abordagem são eficazes?

1.      O cliente entra na loja, qual sua ação?

a.    Não cumprimenta e pergunta: "deseja algum produto?"
b.    Cumprimenta e pergunta: "posso ajudá-lo?".
c.    Cumprimenta e fica observando por algum tempo antes de abordá-lo.
d.    Cumprimenta, deseja boas vindas e oferece alguma oferta.

2.    O cliente para e observa a vitrine, qual sua ação?

a.    Não aborda o cliente enquanto ele não entra na loja.
b.    Aborda o cliente e pergunta: "posso ajudá-lo?"
c.    Oferece outros produtos, que não estão expostos.
d.    Aborda cliente com assuntos gerais, para criar um clima comercial.


3.    O cliente entra na loja e observa algum produto exposto, qual sua ação?

a.    Começa destacando as características daquele produto sem deixar o cliente falar.
b.    Pergunta se gostou do modelo e indaga: "posso tirar a nota?"
c.    Oferece outros modelos daquele produto e aqueles que estão em oferta.
d.    Faz muitas perguntas para saber realmente o que o cliente necessita.

4.    O cliente entra na loja e pergunta sobre um produto que não tem no estoque.

a.    Você vai logo dizendo: "não temos mais este produto".
b.    Diz: "passe outro dia que estamos para receber novo estoque".
c.    Pede ao cliente que aguarde enquanto vai verificar e volta oferecendo um produto similar.
d.    Comunica: "estamos em falta, mas posso entregar em sua casa no dia tal".


5.    O cliente observa produto e pergunta se há outro tamanho ou cor.

a.    Você vai logo dizendo: "só temos os itens que estão expostos".
b.    Informa que são as últimas peças e que estão em promoção.
c.    Pergunta qual o tamanho e a cor e auxilia o cliente para que ele veja o estoque disponível.
d.    Pergunta quais as cores e tamanhos e leva produtos similares para o cliente ver.

6.    O cliente entra na loja para trocar um produto, qual sua ação?

a.  Vai logo dizendo: "não trocamos aos sábados, volte outro dia".
b.  Informa ao cliente: "este produto estava em promoção, não trocamos".
c.   Procura saber quais os motivos e tenta convencê-lo a não trocar.
d.  Deixa o cliente dizer tudo sobre a troca e o atende com outro produto, tentando venda adicional.


7.    O cliente telefona para loja e pergunta sobre algum produto, qual sua ação?

a.    Vai logo dizendo: "não atendemos pelo telefone, somente na loja".
b.    Orienta para procurar a loja da rede mais próxima da casa dele.
c.    Pergunta sobre qual produto deseja e tenta fazer a venda.
d.    Atende como se ele estivesse na loja e manda entregar em casa.

Resultados

Some um ponto para cada resposta A, dois pontos para cada B, três para cada C e quatro para D.

De 25 a 28 pontos. Você é um ótimo vendedor e sabe lidar com as mais diferentes situações.
De 21 a 24 pontos. Bom vendedor, mas precisa de mais cursos para não perder as qualidades que já possui.
De 15 a 20 pontos. Precisa melhorar bastante. Preste atenção em quem já tem mais experiência e faça cursos de reciclagem.
De sete a 14 pontos. Você precisa rever seus conceitos sobre abordagem.


Pense nisto e tenha uma ótima semana de bons negócios!

sábado, 14 de maio de 2016

TUDO DEPENDE DE MIM...


Esta semana, ao retornar à minha casa depois de mais de 20 dias no hospital e começar a receber telefonemas de amigos desejando pronto restabelecimento, outros me “energizando” e outros, ainda, que me fizeram a famosa pergunta: “como será a sua recuperação?”

Foi pensando em tudo isto é que me perguntei: “como estarei amanhã?” Foi ai que me lembrei de excelente texto de Charles Chaplin que diz:

Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia-noite.

É minha função escolher que tipo de dia terei hoje.

Posso reclamar porque está chovendo… ou agradecer às águas por lavarem a poluição.

Posso ficar triste por não ter dinheiro… ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde… ou dar graças por estar vivo.

Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria…. ou posso ser grato por ter nascido.

Posso reclamar por ter que ir trabalhar…. ou agradecer por ter trabalho.


Posso sentir tédio com as tarefas da casa… ou agradecer a Deus por ter um teto para morar.

Posso lamentar decepções com amigos… ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.

O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser ser.

Pense nisto e tenha uma ótima semana.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...