Ebooks Grátis

quarta-feira, 24 de março de 2010

O ANTILÍDER

Certos profissionais se acham acima do “bem e do mal”. Eles acreditam ser donos da verdade, não ouvem a “voz de sua equipe”, não aceitam outros pontos de vista e, principalmente, não reconhecem seus erros e suas próprias limitações.

Este tipo de postura conduz a erros, enganos e omissões, muitas vezes graves, além de comprometer o futuro de seus pares e da própria organização.

Neste artigo listaremos o perfil do antilíder. Veja se você age se identifica com alguns dos itens, reflita sobre ele. Lembre-se que ninguém muda ninguém. Só você poderá fazer isso!

Não cumprir promessas

Promete e não cumpre. Sua empresa se esforça esperando conseguir o reconhecimento ou recompensa prometido e isso não acontece. Com isso acaba perdendo a credibilidade de todos. O time perde a confiança nele e, normalmente, deixa de fazer esforços adicionais.

Ser medroso

É uma pessoa que se sente insegura, o que o torna numa pessoa extremamente zelosa. Ele tem medo que alguém possa fazer-lhe sombra e cerca-se de pessoas medíocres. Usa o lema: “não criar cobras para ser mordido”. O medo de mostrar fraqueza o leva a rejeitar conselhos. Não permite o brilho das pessoas que trabalham com ele. Acaba sendo desprezado pela equipe.

Ser apagado

Um lider apagado dificilmente será capaz de gerar entusiasmo na sua equipe. Se falta nele energia ou entusiasmo, pouco ou nada resta para poder motivar a equipe.

Assumir riscos

Um líder deve esforçar-se para atingir metas e objetivos, para isso ele passa por caminhos desconhecidos e, muitas vezes, tem que assumir riscos. A pessoa que evita o risco a todo custo é um conformista ou está acomodado. Dificilmente será capaz de conduzir uma organização ou equipe a qualquer destino de interesse. Num mundo de mudança não estar em movimento é o mesmo que estar perdendo.

Ser desonesto

Não há necessidade de falar-se muito sobre o assunto. Quando um profissional carece de sólidos princípios éticos, não é de estranhar-se que cometa injustiças. Dificilmente uma equipe segue uma pessoa que não se confia. Estas pessoas terminarão por ser desacreditadas ou expurgadas pelo próprio processo.

Não ter visão

Um líder recebe o apoio da organização em troca de dar-lhe um projeto interessante. O líder vende ilusões. Se você ou sua empresa não tiverem um plano claro, o que você dará para a sua equipe? Mesmismos? Se qualquer um puder fazer o que você faz, saiba que descobriu o caminho mais rápido para desaparecer.

Ser egoísta

Uma pessoa cuja principal preocupação é o seu próprio interesse, dificilmente conseguirá apoio da equipe. Os colaboradores darão conta do perigo de confiar os seus destinos profissionais a essa pessoa. Tentarão afastar-se dela o mais rápido possível.

Ser visionário

Um líder é uma pessoa que antecipa-se ao futuro, mantendo os pés na terra, sem deixar de ser realista. Se os objetivos propostos pelo líder sejam utópicos, os seus colaboradores perderão a confiança nele. O local de trabalho é uma nave que aventureiros não podem navegá-la, pois pode todo o futuro da equipe e da organização em risco.

Ser autoritário

O chefe que baseia sua liderança no medo, consegue obter bons resultados a curto prazo, mas acaba prejudicando a empresa a longo prazo. Normalmente os melhores membros da equipe buscam novas oportunidades para mudar de emprego. Ninguém suporta um tirano. A atmosfera que ele cria é muito tensa. As pessoas agem sem iniciativa e trabalham sem intusiasmo. Não são capazes de dar o seu melhor.

Fonte: Tradução e adaptação Prof. A. Marins do texto original de Win Work Consultores - http://www.livestream.com/winwork

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...