Ebooks Grátis

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O QUE É AQUILO NO CÉU? É UM PÁSSARO?, É UM AVIÃO? NÃO, É O SUPER HOMEM!

Vocês lembram daquela famosa expressão?: “O que é aquilo no céu? É um pássaro?, É um avião? Não, é o super homem! Parece que foi ontem e como o tempo passa e quantos de nós sonhávamos em ter aquele poder sobre humano. Mas, hoje esse "Super Homem" na minha opinião existe ou na pior das hipóteses tentam criar ou reviver esse personagem nas organizações.

Qualquer livraria que visitamos encontramos diversos autores brasileiros que escrevem com muita propriedade sobre esse Super Homem ou fazem traduções de autores internacionais.
Todas as revistas brasileiras especializadas ou não sempre trazem em suas matérias, referencias sobre esse personagem, é garantia de leitura e vendas. Acrescento ainda os artigos em jornais e o uso do tema nas palestras, encontros, simpósios, conferencias, etc.

Vou revelar a você leitor, o nome desse personagem: O que é aquilo no céu? É um pássaro?, É um avião? Não, é o LIDER!

Alguns os chamam de Chefe, Coordenador, Gerente, Patrão, Dono do Capital, Encarregado, Mestre, Empresário, Superintendente, Capitão, Monitor, e há também outros nomes como:
Feitor, Tirano, Puxa saco, Matador, Olheiro, Dedo duro, Pelego, Leva e trás, Guarda costa, e tantos outros adjetivos tanto para o bem como para o mal.

Odiado ou não, na minha opinião esse ou essa personagem dentro das organizações é o verdadeiro Super Homem.

Hoje, o "Líder" é a função mais estratégia da organização, dele emana a saúde e a energia da organização pois, organização são as pessoas, liderá-las no mundo de hoje requer um "Super Homem” ou mais precisamente um “Super Líder".

Mas, porque eu estou as chamando de “super líder?

Porque simplesmente essas pessoas são responsáveis pelo desenvolvimento de outras pessoas e pelo sucesso da organização, assim o verdadeiro líder deve: Ajudar os funcionários a gerenciar o seu trabalho, dar feedback, saber avaliar com razão e não com a emoção, conhecer toda a organização, desenvolver a equipe, tomar decisões, contratar pessoas, demitir pessoas, premiar pessoas, atender as pessoas, manter todos no mesmo barco, correr riscos, pensar positivamente, ser um ator, ser leal, saber delegar, ser ético, aberto as inovações, ter coragem, ser criativo, ser proativo, ser talentoso, administrar conflitos, acompanhar resultados, desenvolver pessoas, motivar as pessoas, ensinar, conhecer e saber o que esta acontecendo a nível global, fortalecer a missão e os valores da organização, fazer acontecer a Política de Qualidade, fazer com que seus liderados se tornem capazes, manter a moral da equipe, motivar as pessoas a dar idéias e executá-las, praticar auto-conhecimento, visão preocupado com o futuro, saber ouvir as pessoas, desenvolver a empatia, ser aberto ao treinamento, saber como tirar resultado sem o uso do poder, conhecer tecnicamente todos os produtos da organização, saber comprar, conhecer os custos, saber controlar despesas, saber planejar, reconhecer os erros, desenvolver sua intuição, saber vender, dar exemplos, ser profissional, representar a direção da organização, saber delegar, ser justo, ser comprometido com a organização e com sua equipe, ser humorado, trabalhar com alegria, saber sorrir, saber agradecer, saber elogiar, saber usar o nós ao contrário do eu, ser respeitoso, ser parceiro etc. etc.

É fácil ser um Líder? É claro que não. Se você é hoje responsável por alguém, necessita obrigatoriamente desenvolver os tópicos citados acima caso contrário, estará prejudicando a organização, o desenvolvimento das pessoas, a você mesmo e é claro o seu Cliente.

Qualquer liderança dentro das organizações se comunica com a parte racional das pessoas, portanto antes de nomear alguém para algum tipo de liderança, certifique-se que as mesmas possuem conhecimentos e perfis para o cargo, caso contrário o prejuízo poderá ser fatal para sua organização. Tem perfil, então proporcione a ele muito treinamento e você terá um Líder à altura de sua organização.

Lembre-se o Líder desenvolve as pessoas, focando sempre os Valores e Missão das organizações, se não há foco, cada um desenvolve a sua maneira...

Pense nisto!


Autor: Luis Antonio Munis  - Graduado em Ciências Sociais e Pós-Graduado em Recursos Humanos. É professor de Gestão de RH na UNIP. Foi coordenador Grupo de Recursos Humanos de Limeira (GEDERHEL).  É consultor na área de Gestão Organizacional. - lamunis@widesoft.com.br 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...