Ebooks Grátis

domingo, 14 de agosto de 2016

POR QUE É TÃO DIFÍCIL PEDIR DESCULPAS?

Esta semana venho acompanhando a “novela das piscinas verdes” do Centro Aquático Maria Lenk, das Olimpíadas no Rio de Janeiro, ouvindo as inúmeras “desculpas esfarrapadas” dos responsáveis pelo evento.

Para tudo tem explicação, mas para quem implementa e audita sistemas de Gestão pela Qualidade assim como eu, se sente muito mal por não ver responsável algum sair da sua comodidade para assumir a culpa. Afinal, ninguém quer assumir incompetência, má gestão, etc.


Qualquer pessoa que tem uma piscina (ou cuida), mesmos aquelas que mais parecem uma grande banheira no quintal, sabe que manter uma piscina limpa, cristalina e, portanto, saudável, é importante em qualquer época do ano... Mas me parece que os responsáveis das Olimpíadas não sabiam disto ou simplesmente “deixaram pra lá”.

Finalmente, no dia 11 saiu na imprensa: Comitê admite descuidos com piscina verde: "Poderíamos ter feito melhor". Mas ninguém pediu desculpas.


O Jornal Folha de São Paulo, em artigo muito lúcido escreveu: “Essa postura prepotente e arrogante de encarar críticas com cinismo, relativismo ou ataques é nossa velha conhecida. Os dirigentes da Olimpíada parecem não ter entendido duas coisas. A primeira é que são anfitriões do evento, e devem tratar seus convidados com gentileza e cordialidade. Se você dá uma festa, e a comida provoca infecção alimentar nos convidados, é seu dever dar assistência, além de pedir desculpas de joelhos. A segunda é que não adianta colocar a culpa na imprensa pelo noticiário internacional negativo”. (O grifo internacional é meu).


Quando no mundo se lança a nova versão ISO 9001:2015 para Gestão da Qualidade, e a ela se incorpora a ISO 31000 (Gestão de Riscos), não justifica-se continuar cometer erros, enganos e omissões como os ocorridos no Rio de Janeiro.

Enquanto adoções sérias, como estas ferramentas e outras mais não forem adotadas seriamente pelos Governos do Rio de Janeiro, e implementadas, sem politicagem, por profissionais competentes e habilitados, problemas como imundice da baía e das lagoas, falta de compromisso com as promessas olímpicas, ruas com esgoto a céu aberto nos arredores, o transporte e a segurança não serão resolvidos.

Ai, talvez, o Rio de Janeiro volte a ser a “Cidade Maravilhosa” que eu conheci!

Pense nisto e tenha uma ótima semana.

Livros digitais do autor:


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...