Ebooks Grátis

domingo, 4 de outubro de 2009

QUALIDADE DE VIDA

Atualmente, há um grande movimento na Europa chamado Slow Food. A Slow Food International Association, cujo símbolo é um caracol, tem a sua sede na Itália (o site na Internet é muito interessante, em português: http://www.slowfood.com/about_us/por/welcome_por.lasso).

O que o movimento Slow Food preconiza é que se deve comer e beber com calma, dar tempo para saborear os alimentos, desfrutar da sua preparação, em família, com amigos, sem pressa e com qualidade.

A idéia é contraposição ao espírito do Fast Food e o que ele representa como estilo de vida.

Verdadeiramente surpreendente, é que este movimento de Slow Food está servindo de base para um movimento mais amplo chamado Slow Europe como salientou a revista Business Week numa das suas edições européias.

Na base de tudo isto está o questionamento da "pressa" e da "loucura" geradas pela globalização, pelo desejo de "ter em quantidade" (nível de vida) ao contrário do "ter em qualidade", “Qualidade de vida" ou “Qualidade do ser".

Segundo a Business Week, os trabalhadores franceses, ainda que trabalhem menos horas (35 horas por semana) são mais produtivos que os seus colegas americanos e ingleses. E os alemães, que em muitas empresas já implantaram a semana de 28,8 horas de trabalho, viram a sua produtividade aumentar uns apreciáveis 20%.

A denominada slow attitude está chamando atenção dos próprios americanos, escravos do fast (rápido) e do do it now! (faça já!).

Portanto, esta atitude sem pressa não significa fazer menos nem ter menor produtividade. Significa sim, trabalhar e fazer as coisas com mais qualidade e mais produtividade, com maior perfeição, com atenção aos detalhes e com menos stress.

Significa retomar os valores da família, dos amigos, do tempo livre, do prazer dum belo ócio e da vida em pequenas comunidades.

Do "aqui" presente e concreto, ao contrário do "mundial" indefinido e anônimo.

Significa retomar os valores essenciais do ser humano, dos pequenos prazeres do quotidiano, da simplicidade de viver e conviver, e até da religião e da fé.

Significa um ambiente de trabalho com menos pressão, mais alegre, mais leve e, portanto, mais produtivo, onde os seres humanos realizam, com prazer, o que melhor sabem fazer.

É saudável refletir sobre tudo isto. Será que os antigos provérbios: Devagar se vai ao longe e A pressa é inimiga da perfeição merecem novamente a nossa atenção nestes tempos de loucura desenfreada?

Não seria útil e desejável que as empresas da nossa comunidade, cidade, estado ou país, começassem já a pensar em desenvolver programas sérios de qualidade sem pressa até para aumentarem a produtividade e a qualidade dos produtos e serviços sem necessariamente se perder qualidade do ser?

No filme Perfume de Mulher há uma cena inesquecível na qual o cego (interpretado por Al Pacino) convida uma jovem para dançar e ela responde: Não posso, o meu noivo deve estar chegando. Ao que o cego responde: Em um momento, vive-se uma vida, e a leva para dançar um tango. Esta cena que dura apenas dois ou três minutos, é o melhor momento do filme.

Muitos vivem correndo atrás do tempo, mas só o alcançam quando morrem, quer seja de enfarte ou num acidente automobilístico por correrem para chegar a tempo. Ou outros que, tão ansiosos para viverem o futuro, esquecem-se de viver o presente, que é o único tempo que realmente existe.

O tempo é o mesmo para todos, ninguém tem nem mais nem menos de 24 horas por dia. A diferença está no que cada um faz do seu tempo. Temos de saber aproveitar cada momento, porque, como disse John Lennon, A vida é aquilo que acontece enquanto planejamos o futuro.

Parabéns por ter conseguido ler esta mensagem até ao fim.

Certamente haverá muitos que leram somente a metade, para não perder tempo, tão valioso neste mundo globalizado.

Visite também:

http://www.slowfoodbrasil.com/

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...