Ebooks Grátis

sexta-feira, 27 de maio de 2011

O QUE É ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO?

Certa vez Goethe escreveu: “O tempo rende muito bem quando bem aproveitado”. Reflita por um momento, antes de responder:
  • O que merece ser considerado “importante”, dentre todas as coisas que você faz?
  • E o que merece ser visto como “urgente”?
  • O que é “importante” deve ser “urgente”?
  • E o que é “urgente”, também é “importante”?
  • Por fim, o que deve ser feito primeiro: o que é “urgente” ou o que é “importante”?

A administração do tempo é justamente isso: definir aquilo que é importante, aquilo que é urgente, aquilo que é ambos ou aquilo que é coisa nenhuma.

Mas não é tão fácil quanto parece, eu sei disso.

Comece tentando separar aquilo que não é importante nem urgente: isso não merece ser feito – merece ser descartado (dou um exemplo: aquele e-mail lindo que você recebeu, com um powerpoint, que cai na sua caixa postal bem no meio da tarde, quando o atendimento está a mil…).

Só que não lidamos muito bem com perdas e, quase sempre, não deixamos de fazer o que não precisava ser feito (e aquele e-mail, depois de lido, segue adiante, para outros endereços do seu correio eletrônico…).

Pois bem, a confusão que se instala e o resultado você e eu sabemos: pouco tempo para resolver tudo.

Vou indicar um caminho:

  • O que é “importante” e “urgente” ao mesmo tempo, é crítico: deve ser resolvido já.
  • O que é unicamente “importante” e gera “valor”, pode (melhor, deve) ser resolvido em segundo lugar.
  • O que é unicamente “urgente” e não gera “valor”, é trivial e, quase sempre, o melhor é descartar – não haverá prejuízos maiores.
  • O que não é nem “importante” e nem “urgente” – jogue no lixo.
Fonte: Liderança & Carreira - http://www.aglo.com.br/blog/?p=824

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...